Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Candidato à reeleição, Gladson Cameli teve gestão marcada pela eficiência no combate à pandemia

Salvar o maior número de vidas durante a pior crise sanitária do século tem sido prioridade e marca da gestão de Gladson Cameli, candidato à reeleição pelo Progressistas (PP) ao governo do Acre.

Em 2020, o governo construiu, em tempo recorde, dois hospitais de campanha com estruturas permanentes, e ampliou para 4 o número de UTIs no estado. Cameli foi um dos pioneiros, entre os gestores do país, na busca por aquisição de vacinas.

O empenho dos profissionais de saúde, que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus, foi reconhecido pela atual administração. Para esses servidores, o governo concedeu abono salarial.

“Venho cumprindo minha principal meta, que é cuidar da vida das pessoas”, destacou Cameli.

Outros investimentos: a gestão de Cameli revolucionou a Saúde do Estado

Além do refreio à pandemia, o governo Gladson Cameli investiu pesado no setor da Saúde. O Hospital da Criança, em Rio Branco, viu o número de leitos pediátricos saltarem quase 81%. A aquisição de aparelho de radiografia para o Hospital do Câncer do Acre (Unacon), aparelho de mamografia para o Centro de Controle Oncológico do Acre (Cecon) e tomógrafo para Cruzeiro do Sul modernizaram o tratamento de pacientes que necessitam de diagnósticos mais precisos.

Para reduzir a demanda reprimida e o sofrimento de milhares de acreanos, o governo do Acre realizou mais de 4,9 mil cirurgias do programa Opera Acre. Também retomou cirurgias de próteses, que estavam suspensas desde 2018, e cirurgias eletivas de laqueadura e vasectomia. Com 47 mil atendimentos realizados, a demanda para realização de exames caiu 80%.

Outro marco do governo Cameli foi o lançamento de ousado mutirão de cirurgias, com previsão de efetivar, ainda em 2022, cinco mil procedimentos nas especialidades de cirurgia-geral, vascular, urologia, ginecologia, cabeça e pescoço, otorrinolaringologista, mastologia e pediatria.

O programa Saúde Itinerante Especializado levou qualidade de vida e assistência médica para bem pertinho dos acreanos, sobretudo os que vivem em regiões consideradas de difícil acesso. Nas últimas edições, o programa fez história realizando mais de 19 mil atendimentos em todas as regionais do Acre.

No Juruá, o governo investiu estrategicamente na construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Cruzeiro do Sul, e com a entrega da reforma e ampliação do Hospital Abel Pinheiro, em Mâncio Lima, hoje considerado um dos mais modernos da Amazônia Ocidental. As duas estruturas servem de apoio ao Hospital Regional do Juruá, dando fluidez aos serviços médicos prestados na região.

A Saúde aplicou R$ 4 milhões na compra de equipamentos. Também destinou outros R$ 4 milhões para reformar e ampliar o Hospital Ana Nery, em Vila Campinas, e abriu, recentemente, concurso público com mais de 600 vagas para cargos efetivos.

“Muito mais será feito pelo nosso governo nos próximos quatro anos”, ratificou Gladson Cameli.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!