Ministro da Integração visitará regiões do Acre atingidas pelas enchentes

  • 24 de February de 2015
O senador Gladson Cameli, junto com a bancada federal do Acre , solicitaram ações emergenciais para os municípios
 
integraçcao3Foi confirmada a ida do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para sexta-feira, 27, para o estado do Acre, durante a reunião com o senador Gladson Cameli e a bancada federal do Acre. O ministro irá visitar os municípios mais afetados pelas enchentes.
 
Durante a reunião, que estavam presentes senadores, deputados, prefeitos e o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior, Cameli ressaltou importância da agilidade da Defesa Civil e pediu para o ministro que visite as regiões mais atingidas pelas enchentes. “A defesa civil precisa agir rápido para ajudar as pessoas. Também peço ministro, a sua visita lá. Uma coisa é apresentarmos uma situação aqui, e outra, é o senhor ir e ver com os próprios olhos a situação preocupante em que se encontram os municípios alagados”, afirmou.
De acordo com ministro, será dada prioridade para encontrar alternativas para ajudar as famílias que foram mais uma vez vítimas da alagação. Ele também destacou que é importante os prefeitos cumprir o dever de informar para o ministério o que está acontecendo na região. “Neste primeiro momento vamos apoiar as famílias com alimentos e abrigo. Porém, é de extrema importância que os prefeitos entrem em contato com o ministério da Integração e informem o que precisam. A nossa porta está aberta para orientar o que é possível neste momento”, destacou o ministro.  integração2
 
O senador Gladson Cameli acompanhou de perto a situação preocupante das vítimas das enchentes. No sábado, 24, foi ao Centro Cultural de Brasileia, onde estão várias famílias vitimas pela enchente no município. Durante a visita, o senador levantou as condições e os riscos em que se encontram.
 
Para Cameli é necessário reconhecer a união e o esforço de todos neste momento delicado para o estado e os municípios acreanos, e também ressaltou a importânicia do diálogo entre os poderes. “O ministro se colocou a disposição para ajudar e orientar no que for possível. Os prefeitos podem entar em contato com o ministério e solicitar orientações do que é possivel neste momento. Defendo a relação direta das prefeitutas e o ministério, para agilizar as ações emergenciais. Conte comigo para defender os interesses do Acre.”, pontuou
 
Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades