Gladson Cameli relata projeto que obriga reutilizar água em novas construções

Senador apresentou emenda para adoção do sistema somente em condomínios residenciais, comércios e residências com mais de 300 metros quadrados

Aproveitar a água das chuvas nas novas construções públicas e privadas é o que propõe o projeto de Lei (PLS 324/2015) relatado pelo senador Gladson Cameli (PP-AC) e aprovado na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) nesta quarta-feira, 09.

A proposta, que agora segue para  a Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), obriga novas construções públicas e privadas a contar com projetos prevendo a instalação de sistema de captação de água de chuva. 

Para o relator, que fez alterações no texto, o sistema proposto pode não ser economicamente viável em pequenos imóveis, devido aos custos de instalação e manutenção. Por isso, para viabilizar o projeto ele apresentou emenda para que seja adotado somente em condomínios residenciais, edificações comerciais e residências com mais de 300 metros quadrados de área construída, em se tratando de propriedades privadas.

O autor do projeto, o senador Donizeti Nogueira, informou que o objetivo é reduzir o desperdício de água limpa mediante substituição por água de qualidade inferior em atividades de limpeza que não exijam consumo direto.

O senador Gladson Cameli ressaltou ainda a importância do projeto,  e disse que o aproveitamento da água das chuvas é uma alternativa viável e eficiente para economia desse recurso natural.
— A maior parte dos usos da água não exige sua potabilidade, que é o grau de qualidade fornecido pelas distribuidoras às edificações urbanas. Assim sendo, o reúso das águas pluviais deve ser estimulado, como forma de redução da água captada dos cursos d’água e do esgoto a ser tratado — argumentou.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades