Gladson Cameli: o senador mais jovem da história do Brasil será empossado hoje

  • 01 de February de 2015

Gladson Cameli - Diplomação2Eleito com uma votação histórica de 218.756 votos pelo estado do Acre, o engenheiro civil e deputado federal Gladson de Lima Cameli, 36, do Partido Progressista (PP), será empossado no dia primeiro de fevereiro no plenário do Senado Federal como o mais jovem senador da história do Brasil para o período de 2015 a 2023, trazendo consigo uma trajetória de força e trabalho, além de projetos inovadores que pretende colocar em prática nos próximos anos no Congresso Nacional.

Gladson Cameli é casado com advogada Ana Paula, com quem tem um filho. Sobrinho do ex-governador Orleir Cameli (in memorian), ele declara que o tio foi e continua sendo sua grande inspiração na política, lhe ensinando os primeiros passos para uma vida de dedicação ao próximo.

Conhecido como campeão em liberação de emendas para o seu estado, segundo dados do Sistema de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), Cameli indicou recursos para todos os municípios acreanos, sem distinção de cores partidárias, tendo ainda ao longo de dois mandatos atuações de destaque nas Comissões da Amazônia, Minas e Energia e na de Constituição e Justiça na Câmara dos Deputados.

Gladson também foi relator do projeto que permitiu a criação das Zonas de Processamento de Exportação (ZPE's) no país e autor de projetos de leis como a que obriga a instalação de câmeras de segurança em todas as escolas públicas do país, garantindo segurança para estudantes, pais e servidores públicos.

Gladson Cameli atribui a histórica vitória ao desejo de mudança demonstrado pela população acreana, além da apresentação de propostas que visam colocar o Acre e as pessoas em primeiro lugar. “Trabalhamos muito na busca por recursos para o Acre. Procuramos ter uma atuação que nos credenciasse a continuar representando a população no Congresso Nacional, mostrando que somos capazes de fazer muito mais pelo desenvolvimento do nosso país sem distinguir cores partidárias. Esse é o novo jeito de fazer política”, disse Cameli.

Entre as propostas de Gladson para o Senado da República estão a de lutar pela conclusão da ponte sobre o rio Madeira, visando tirar o Acre do isolamento, anistia de multas ambientais, renegociar as dívidas de estados e municípios permitindo que os dinheiros dos juros sejam investidos em saúde, educação e segurança, redução da maior idade penal.

A Juventude também será uma das bandeiras que o senador mais jovem da história da República irá defender. Ele acredita que a valorização da juventude brasileira precisa ser colocada em pauta.

 

 “Sabemos que é no Senado que se discutem os grandes temas do nosso país, e é por isso que pretendo estar lá contribuindo com as grandes mudanças para melhorar a vida dos brasileiros”, disse ele.

Na Saúde, Gladson Cameli pretende levar aos seus pares a propostas como o Projeto de Lei para que os gastos com cadeiras de rodas e próteses necessárias por questões médias possam ser abatidas no imposto de renda, além de alterações na lei 8.724 para permitir que famílias com mais de um deficiente possam ter direito a receber benefícios para todos. Já com a Educação, o jovem parlamentar pretende apresentar projetos para que gastos com cursinhos e cursos de idiomas possam ser abatidos no imposto de renda visando estimular os jovens para capacitação profissional.

“Também pretendemos propor a liberação de FGTS para custear cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado, e dessa forma continuar trabalhando por grandes avanços para nossa gente nas mais diversas áreas”, garante Cameli.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades