Cameli se posiciona contra o aborto e a descriminalização das drogas

  • 19 de June de 2014

gladson-cameli-se-posiciona-contra-abortoO deputado federal Gladson Cameli (PP-AC) usou a tribuna da Câmara na sessão desta quarta-feira (28) para reiterar seu posicionamento contrário à descriminalização do aborto e das drogas no Brasil. Para ele, esta liberação provocaria a desestabilização das famílias, apontada como o princípio básico para o bom funcionamento de uma sociedade.

“Faço a minha parte e sugiro que os homens públicos digam à sociedade qual o seu real posicionamento. O que pensam, o que defendem e o que projetam para o futuro de nosso país”, disse Cameli.

A defesa contra temas polêmicos entre os brasileiros se deu após o parlamentar falar de seu encontro com o presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, pastor José Wellington Bezerra. Segundo Cameli, independente de denominação religiosa, os brasileiros se mostram contrários a bandeiras que coloquem em risco a integridade da família.

Ele lembrou o último Censo do IBGE no qual 86,8% da população disseram ser cristãos –entre católicos, evangélicos e outros. “É fundamental salientar que, embora as igrejas possam se apresentar nas mais diversas denominações, o sentimento cristão é uniforme em seus princípios”, destacou.

Para Gladson Cameli, o aborto é um “crime contra a vida”, afetando não somente a criança, mas a mãe e toda sua família. O mesmo posicionamento tem em relação às drogas, apontada como motivo para a crescente violência nas cidades e a destruição “completa de lares”.

Para evitar que jovens sejam cooptados pelo tráfico de drogas, o parlamentar defende políticas públicas para o desenvolvimento econômico capaz de proporcionar a criação de empregos, bem como o pesado investimento em educação. “A educação é a base para o desenvolvimento, em todos os seus aspectos, de qualquer sociedade no mundo”, ressaltou.

Ele ainda defende campanhas educativas para evitar mais pessoas vítimas do vício, assim como o aumento da repressão policial ao tráfico.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades