​ Senador Gladson Cameli e deputados federais se reúnem com embaixador do Peru e apontam prioridades da integração econômica com o Brasil

O senador Gladson Cameli (PP-AC) e os deputados federais Major Rocha (PSDB-AC) e Alan Rick (PRB-AC), apontaram na manhã deste domingo (2), durante café da manhã com o embaixador peruano, Vicente Rojas, no Hotel Holiday, em Rio Branco, a integração fronteiriça e econômico-comercial como pauta prioritária para que ocorra definitivamente a sonhada integração com o pacífico. O vice-presidente da Associação Comercial do Acre, Jurilande Aragão, e o cônsul peruano no Acre, Félix Germán Vásquez Solis, participaram do encontro.

O senador Gladson Cameli é o representante oficial do Senado Federal na agenda que está sendo executada pelo embaixador no Acre. Gladson fez uma explanação do andamento das obras da ponte sobre o Rio Madeira, a recuperação da BR-364 até Cruzeiro do Sul e a manutenção da BR-317 até Assis Brasil. Cameli também falou sobre o anel viário entre as cidades de Epitaciolândia e Brasileia.

“Nós precisamos estabelecer uma linha comercial sem tantas burocracias, e estamos aqui para saber quais são os entraves existentes para essa relação comercial para lutarmos junto ao governo federal pela integração definitiva do Brasil com o Peru”, disse Cameli.

O deputado federal Major Rocha afirmou que o embaixador peruano tem razão quando diz que Brasil e Peru estão próximos, mas distantes. “O Brasil está olhando para o Atlântico e o Peru para o Pacífico. Precisamos colocar os dois países de frente e buscarmos os interesses comerciais que visam o desenvolvimento de cada região”, acrescentou Rocha.

Alan Rick lembrou que várias tratativas do comércio bilateral já foram feitas através de Madre de Dios e o Acre, mas ressalta que tais acordos só vão se concretizar com a redução das burocracias de comércio exterior de ambos os lados e uma política de facilitação.

“É fundamental a presença aqui da Câmara dos Deputados através da minha pessoa, do deputado Rocha e do Senado na pessoa do Gladson Cameli, que tem sido um grande parceiro nesse trabalho de crescimento da região, assim como a Associação Comercial, também representada aqui na pessoa do Jurilande”, acrescentou Alan Rick.

Jurilande Aragão afirmou que a visita do embaixador no Acre é mais uma demonstração do que o Peru deseja priorizar as relações comerciais com o Brasil. Para ele, cabe as autoridades brasileiras lutar pela quebra das barreiras existentes.

“O senador Gladson Cameli abraçou essa bandeira e colocou debaixo do braço. É a segunda reunião que eu participo somente essa semana, ou seja, ela está indo direto ao ponto. Pediu as autoridades brasileiras e peruanas a descrição das dificuldades existentes, para tentar resolver junto com a bancada federal do Acre e ao governo federal”, destacou Jurilande.

Na próxima terça-feira, dia 4, o senador Gladson Cameli volta a participar da agenda oficial do embaixador na cidade de Assis Brasil junto com governadores do Acre e Madre de Dios, prefeitos e secretários municipais da região.

Em Brasília, o senador Gladson Cameli e os deputados federais vão agendar encontros como os ministros Marcos Pereira (Comércio Exterior) e Blairo Maggi (Agricultura) para estabelecer a busca das resoluções dos entraves apresentados na reunião com o embaixador.

Em 2015, o intercâmbio comercial com o Peru foi de US$ 3 bilhões, com superávit brasileiro de US$ 559 milhões. O Brasil foi o quarto maior parceiro comercial do Peru. Brasil e Peru compartilham 2.899 km de fronteiras, constituindo a maior fronteira do Peru e a segunda maior fronteira do Brasil.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades