Ministro dos Transportes garante conclusão da BR-364 e novo porto para Cruzeiro do Sul

Senador Gladson Cameli pediu que cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos sejam priorizados para as populações dos municípios beneficiados pelos investimentos desde Manoel Urbano até Cruzeiro do Sul

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella, garantiu no início da noite desta quinta-feira (17), em Cruzeiro do Sul (AC), a conclusão das obras de restauração e manutenção da BR-364 e um novo porto para o município. Os investimentos foram anunciados durante solenidade que aconteceu na cabeceira da ponte sobre o Rio Juruá. Contratos que somam R$ 227 milhões foram assinados com as empresas vencedoras da licitação. Quintella também garantiu o contorno viário entre as cidades de Epitaciolândia e Brasileia e a Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) no Acre.

O ministro chegou as 17h40 e desembarcou com acaravana no aeroporto internacional de Cruzeiro do Sul. Quintella e os senadores Gladson Cameli (PP-AC) e Sérgio Petecão (PSD-AC), a deputada federal Jéssica Sales (PMDB-AC) e assessores, foram recepcionados no aeroporto pelo prefeito Vagner Sales e o prefeito eleito, Ilderlei Cordeiro. Eles seguiram de carro até o local da solenidade, onde uma multidão aguardava pelas autoridades.

“Essa BR é para nós como o leite materno, não pode viver sob ameaças constantes de fechamento”, disse o prefeito Vagner Sales no seu discurso de boas-vindas ao ministro. Além do prefeito Vagner Sales, Quintella ouviu atentamente os deputados Nicolau Júnior, a deputada Eliane Sinhasique, a deputada federal Jéssica Sales e os senadores Sérgio Petecão e Gladson Cameli.

Sinhasique pediu aos empresários vencedores das licitações que estudem a composição do solo e as adversidades impostas pela geografia na restauração e manutenção da BR-364. “Milhões já foram enterrados nesta rodovia que nunca ficou pronta. O Brasil não suporta mais esse descaso”, denunciou a parlamentar.

O deputado Nicolau Júnior citou a importância da Superintendência do DNIT no Acre, afirmando que a partir da vinda do ministro, vários estudos poderão ser viabilizados para beneficiar populações isoladas como as dos municípios de Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Santa Rosa do Purus. “O senhor antecipou o presente de natal da população do Juruá”, disse Nicolau.

A deputada federal Jéssica Sales disse que o trabalho do presidente Michel Temer prioriza obras estruturantes que estavam paralisadas ou não concluídas no país. Ela destacou a ação de toda a bancada do Acre e disse que vai continuar cobrando mais recursos para a região.

O senador Sérgio Petecão agradeceu os investimentos anunciados pelo governo federal e lembrou que durante o jantar com o presidente Michel Temer, em Brasília, o peemedebista demonstrou todo o seu carinho pelo povo do Acre.

“O senhor, ministro, talvez não saiba a importância de estar aqui em Cruzeiro do Sul, que faz fronteira com o Peru, anunciando esses recursos em uma época de crise. Seremos eternamente gratos ao governo federal, e desta vez eu acredito que tudo não vai ficar apenas no discurso, pois a nossa BR que praticamente foi fechada, será definitivamente concluída”, destacou Petecão.

 

Cameli pediu prioridade na geração de que 3 mil empregos para o Acre

O senador Gladson Cameli (PP-AC) discursou após o ato de assinatura pelo ministério com as empresas vencedoras da licitação da BR-364. Contratos que totalizam R$ 227 milhões. Emocionado, ele pediu que os 3 mil empregos diretos e indiretos, que serão gerados a partir das obras que se iniciam nesta sexta-feira, sejam priorizados para as populações dos municípios que ficam às margens da rodovia.

“Rodovia é muito importante, mas a geração de emprego deve ser uma prioridade. Eu peço aos empresários que deem oportunidade para quem é daqui, tanto nos contratos diretos como nos indiretos, fortalecendo as economias das cidades beneficiadas por esse investimento”, disse ele.

O senador fez um histórico do cronograma das obras da BR-364, lembrando que seu tio foi quem retomou o projeto de integração do estado na década de 90. Como engenheiro civil por formação, afirmou que vai fiscalizar cada passo de restauração da rodovia.

“Graças a Deus que o governo federal assumiu essa obra porque do jeito que estava ela ia fechar. Acredito nesse novo momento do DNIT no Acre, sei que agora teremos uma rodovia de qualidade como a população do Juruá e de todo o Acre merece”, acrescentou o senador.

O progressista lembrou ainda que vários governadores se empenharam e ajudaram como puderam na construção da rodovia. Falou aos prefeitos do Juruá e do Alto Acre, lembrando que além das obras da BR-364, da BR-317 e do contorno do Anel Viário entre Epitaciolândia e Brasileia, a luta continua com a implantação da Zona Franca Verde e a ligação definitiva com o Pacífico.

 

Quintella disse que não faltará recursos para obras estruturantes no Acre

O ministro Maurício Quintella fechou a solenidade afirmando que não faltará recursos para obras estruturantes do Acre e, especialmente, para a conclusão da BR-364. “Agora será diferente, os trabalhos iniciam amanhã e serão concluídos com a ajuda da bancada federal e do presidente Michel Temer”, garantiu o ministro.

Quintella lembrou o esforço de toda a bancada acreana no empenho pela liberação dos recursos e disse que o presidente Michel Temer priorizou o Acre quando disse que concluir a BR-364 era fundamental para o desenvolvimento do Estado.

“Pegamos um ministério praticamente sem orçamento. E aqui quero reforçar a luta de toda a bancada com o presidente Michel Temer, especialmente o senador Gladson Cameli, que tem batido quase que diariamente na porta do ministério pedindo a conclusão dessa rodovia e da ponte sobre o rio Madeira como prioridade”, citou o ministro.

Além de garantir R$ 227 milhões este ano para o orçamento da rodovia, Quintella disse que de R$ 2,5 bilhões de orçamento previsto paras 2017, meio bilhão estão priorizados para as obras estruturantes do Acre. O ministro também atendeu a um pedido do prefeito Ilderlei Cordeiro para a construção de um novo porto para Cruzeiro do Sul.

“Continuem acreditando, vamos firmes porque o Brasil precisa de todos unidos para sair da crise”, concluiu Quintella.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades