Governo federal vai retomar obras inacabadas, informa Gladson Cameli

Mais de 2.500 obras de saneamento e urbanização, aeroportos regionais, rodovias, ferrovias, portos, além de 375 creches e pré-escolas que estão paralisadas serão retomadas pelo governo federal, informou o senador Gladson Cameli (PP-AC), na tarde desta segunda-feira (08), para a TV Nacional do Brasil (NBR). O parlamentar, junto com outros senadores que compõem a base aliada, levaram ao presidente interino, Michel Temer, detalhes das obras que são consideradas prioritárias para o país.

De acordo com Cameli, o diálogo entre o Executivo e o Legislativo é muito positivo. "O presidente Michel Temer está decidido a retomar, imediatamente, as obras que estão paralisadas. Os recursos para a conclusão da infraestrutura, em muitos casos, já estão empenhados. No estado do Acre, por exemplo, temos muitas obras que estão paradas e precisam urgentemente ser concluídas", explicou o senador.

Durante a reunião, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, também apresentou um levamento das obras inacabadas que podem ser concluídas de imediato, por meio de recursos liberados pelo governo federal. Na pauta, ficou definido que a prioridade é finalizar empreendimentos cuja conclusão demandem em torno de R$500 mil a R$10 milhões, totalizando R$1,8 bilhão. A meta é que esses projetos sejam entregues até 2018.

Para Gladson, a retomada das obras já iniciadas representa retorno à geração de emprego e renda para os municípios prejudicados pela crise econômica. "Estamos unidos para que possamos retomar o crescimento do nosso país. Nós precisamos diminuir a taxa de desemprego, que de uma forma, já é um grande avanço. Por isso, nós senadores estamos unidos para encontrar soluções que contribuem positivamente na vida das pessoas", ressaltou.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades