Gladson quer construção de porto no Rio Purus e parceria ambiental em Manoel Urbano

O senador Gladson Cameli (PP-AC) defendeu na tarde desta segunda-feira (27), durante um encontro na Câmara Municipal de Manoel Urbano, a construção de um porto no rio Purus e uma parceria ambiental com a empresa Agrocortex, Embrapa e Universidade Federal do Acre (UFAC). Além do prefeito, Tanízio de Sá (PMDB), participaram do encontro, o deputado estadual Nicolau Júnior (PP), o vice-prefeito Raimundo Toscana (PP), vereadores, secretários municipais e a sociedade civil organizada.

Na sala de sessões Mário José do Nascimento, Cameli ressaltou a importância da BR 364 para o Acre, mas destacou que existe um potencial de navegação a ser explorado. O senador lembrou que o Purus faz parte dos 18,3 mil quilômetros de extensão de malha hidroviária navegável no Brasil, concentrada em ampla maioria na Amazônia.

“É possível utilizar esse potencial da navegação fluvial de forma estratégica atendendo os produtores rurais que sofrem no período invernoso para escoar sua produção, dado ao isolamento por causa da precariedade dos ramais, estabelecendo parcerias com a iniciativa privada e instituições como a Embrapa e a Universidade Federal do Acre”, destacou o senador.

Ele lembrou que o deputado federal Allan Rick (PRB) é um dos entusiastas da proposta e que certamente a bancada federal do Acre estará empenhada em toda parceria que represente geração de emprego e renda e qualidade de vida para população acreana.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), por solicitação de Cameli, já comunicou a Agrocortex sobre a cooperação institucional que visa contrapartida da empresa com o plantio de mudas nos taludes da BR 364, em trechos entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul, com o objetivo de melhorar a estabilidade dos mesmos e evitar os atuais processos erosivos e escorregamentos que ocorrem na rodovia.

“A Agrocortex estabelece um novo momento econômico, abre um novo corredor de exportação. Agora, além da banana, o município de Manoel Urbano produz para o mundo a madeira certificada. Isso exige, além da BR 364, a modernização das infraestruturas territoriais com vistas ao escoamento da produção”, analisou o senador.

Ele voltou a lembrar que a visita do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ao estado, teve a intenção de fortalecer o setor produtivo do Acre. O senador também anunciou que vai buscar parceiras com a Embrapa e a Universidade Federal do Acre. Além da viabilidade econômica, Cameli quer ampliar as ações de desenvolvimento sustentável.

Ainda durante a tarde de ontem, Gladson Cameli visitou as instalações da Agrocortex em Manoel Urbano. Ele foi recepcionado pela primeira vice-presidente da Federação das Indústrias do Acre, Fátima Gonçalves, o presidente do Sindmineral, João Paulo de Assis Pereira, e o diretor de Recursos Humanos, Thiago Rodrigues, que representou os diretores da empresa.

Cameli fez questão de almoçar com os mais de 250 funcionários. Além da geração de emprego, foram apresentadas ao senador as parcerias já estabelecidas pela Agrocortex com a prefeitura municipal em ações de limpeza e melhoria da infraestrutura viária da cidade.

Para Thiago Rodrigues, a visita do senador e o esforço para construção do porto demonstra sua visão empreendedora. “Ele sabe da importância da Agrocortex para o estado. A ajuda do Poder Legislativo e Executivo, dentro da legalidade, visando sempre a responsabilidade social, é fundamental”, disse Rodrigues.

O mogno da Agrocortex é certificado pelo selo do Conselho de Manejo Florestal (mais conhecido pela sigla FSC), o mais respeitado do mundo. O selo é concedido por uma auditoria independente feita pela certificadora Imaflora, a maior do Brasil. A certificação garante que a madeira é extraída segundo um plano de manejo que segue a lei e ainda incorpora vários cuidados. O plano de manejo garante que a produção não esgota a floresta.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades