DNIT vai construir anel viário de Brasileia

O senador Gladson Cameli também obteve a garantia de que o Acre terá superintendência do DNIT independente de Rondônia

O senador Gladson Cameli (PP-AC) e o deputado federal Alan Rick (PRB-AC) receberam, no final da tarde desta terça-feira (23), do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Silveira, a confirmação de duas importantes reivindicações cobradas pela bancada federal acriana. 

Uma delas foi a autorização legal para que o Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) transfira o projeto de execução do anel viário no município de Brasileia ao DNIT. De acordo com o departamento, não há impedimento jurídico e, tão logo o órgão federal receba o projeto, poderá providenciar a licitação. 

Será construído um contorno de 10 quilômetros, além de uma ponte de via dupla com 240 metros na BR 317, retirando o tráfego de veículos pesados da área urbana da cidade. O recurso inicial, de R$ 50 milhões, foi garantido por meio de uma emenda da bancada dos deputados federais e senadores ao Orçamento da União de 2015. 

 


Senador Gladson Cameli em vistoria na área onde será construído o anel viário de Brasileia

Na última quinta-feira (18), o senador Gladson Cameli fez uma vistoria na área onde será feito o anel viário junto com o supervisor do DNIT no Acre, Tiago Caetano, e o engenheiro civil, Carlos Moraes. "Tratei dessa obra em todas as reuniões que fiz com o presidente em exercício, Michel Temer, para discutir assuntos de interesse dos acrianos. Esse anel viário vai possibilitar a integração definitiva com o oceano Pacífico e trará segurança à população de Brasileia e de Epitaciolândia, que também será beneficiada", observou Gladson.

Valter Silveira ainda informou aos parlamentares que o DNIT do Acre passará à categoria de superintendência e ficará independente de Rondônia. O senador acriano já havia tratado do assunto também com o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG), Dyogo de Oliveira, em reunião no último dia 10 de agosto. 


Senador Gladson Cameli com ministro Dyogo de Oliveira trata de independência do DNIT no Acre

"Era só uma questão de tempo, uma vez que eu já havia obtido a garantia do presidente Temer e seus ministros a vários pedidos que apresentei. Eu realmente estou confiante porque se abriu um processo de diálogo junto ao Executivo para tratar de vários assuntos importantes para as unidades da federação. Apesar de termos nossas diferenças político-partidárias no estado, estamos aqui em Brasília com um único propósito, que é o de estar unidos para defender os interesses do Acre", analisou Gladson Cameli.

 

 

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades