Relatório de Gladson Cameli para incentivar redes elétricas inteligentes no Brasil é aprovado

A medida visa promover maior transparência na gestão de energia, aumentar a qualidade e a economia do sistema.

 

 

 

A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC), aprovou nesta quarta-feira (22), projeto de lei que incentiva a implantação de redes elétricas inteligentes no Brasil (PLS 356/2017). Essas redes permitem monitoramento e gerenciamento do transporte de eletricidade em tempo real, com informações bidirecionais entre o fornecedor e consumidor.

A matéria teve como relator o senador Gladson Cameli (PP-AC), que considerou a regulamentação de redes inteligentes no Brasil como medida necessária para aprimorar diversos setores do Sistema Interligado Nacional (SIN), como também para aumentar sua economicidade e qualidade.

De acordo com o senador, a tecnologia é capaz de proporcionar ao consumidor mais eficiência e transparência. "O nosso papel aqui no parlamento também é amparar legalmente as inovações. Essa lei vai propiciar aos consumidores mais detalhamentos do produto que está sendo consumido. Além disso, as redes inteligentes darão impulso para estimular a expansão da energia solar, uma das alternativas energéticas mais promissoras deste novo milênio", destaca Cameli.  

O projeto segue para análise da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).

Assessoria de Comunicação e Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

 
 
Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades